domingo, 14 de agosto de 2011

Fondue de carne



Há muita coisa saborosa que a gente pode fazer na cozinha sem gastar muito tempo! Uma delas é a fondue de carne... a receita que eu queria publicar pra vocês aqui hoje era a da Pierrade, a fondue de carne na pedra. Compramos a pedra vulcânica apropriada na última viagem, mas ela precisa passar por um processo de cura antes de ser usada, o que ainda não nos sobrou tempo e disposição para fazer. Mas, como conseguimos um lindo pedaço de lombo no supermercado, resolvemos fazer a fondue de carne frita, que também é muito saborosa, mas um pouco mais calórica (o que não é problema, se levarmos em consideração que não é um prato para todo dia - ontem, no almoço, estávamos falando exatamente sobre isso: a falta de controle em tudo na vida. Um médico que eu conheço sempre diz que você pode comer de tudo a vida inteira, desde que saiba que tudo demais é veneno. Simples assim). Fico devendo a pierrade para dentro em breve, aguardem!
Bem, o mais legal na fondue de carne é a preparação dos molhos. Porque basicamente você precisa de pedaços bonitos de carnes de sua preferência (mignon, alcatra, coxão mole, peito de frango, lombo suíno...), cortados em cubos não muito grandes. Na panela, óleo quente. Pronto. A brincadeira é espetar a carne no palito e deixar fritar na panela. Assim mesmo, sem sal (se preferir, pode deixar um saleiro na mesa, mas nunca coloque sal na carne antes de fritar, do contrário ela irá perder água). Agora, os molhos - eles é que vão ser o Hopi Hari da noite.
Vou passar as receitas dos que estão na fotografia, mas há vários molhos deliciosos e eu prometo ir postando todas as receitas aqui. Como eu não tenho medida para os molhos (é tudo no olho), falarei em porções, para simplificar:

Molho parmesão:
1 porção de creme de leite;
2X a mesma porção de parmesão ralado e iogurte natural.
Mexe bem e põe pra gelar.

Molho vinagrete:
1 cebola muito picadinha;
2 tomates picadinhos;
1/2 pimentão vermelho picadinho;
sal;
azeite;
aceto balsâmico;
cebolinha verde picadinha.
Mistura tudo e põe pra gelar.

Molho de pepino (essa receita já está no blog, mas a quantidade é reduzida):
Pepino ralado sem casaca;
1 dente de alho amassado;
1 porção de iogurte;
pimenta-do-reino moída na hora;
sal;
azeite;
hortelã picadinha.
Mistura tudo e põe pra gelar.

Farofa de dendê:

Farinha de mandioca;
azeite de dendê;
cebola picadinha;
sal.
Leva ao fogo brando a cebola e o azeite, deixa fritar. Acrescenta o sal e a farinha. Mexe bem para misturar. Está pronto.

Molho Pesto:
1 dente de alho amassado;
algum tipo de castanha (o ideal são os pinolis, mas como nem sempre está na mão, use amêndoas, castanhas de caju ou até amendoim, o que tiver em casa. Bem quebradinhas);
1/2 maço de manjericão desfolhado;
azeite;
parmesão;
sal.
Use um socador para misturar tudo.

Molho de pimenta:
1 porção de pimenta de sua preferência (usei a bode, que eu adoro);
1 pouco de dendê;
coentro em folhas;
sal;
vinagre.

Seque as pimentas numa frigideira, adicione o dendê. Desligue o fogo e misture os demais ingredientes. Amasse tudo no socador. Coloque em uma cumbuca.


Nós ainda colocamos em uma das cumbuquinhas apenas mostarda Dijon. Fica uma delícia com carne!

A todos, bon appétit!

Nenhum comentário: