sexta-feira, 6 de maio de 2011

Bolinhos de bacalhau



Olha, já testamos várias receitas de bolinhos de bacalhau e tínhamos uma frustração muito grande de não conseguir acertar que ele ficasse igualzinho ao mais gostoso de todos os bolinhos de bacalhau que eu, pelo menos, já experimentei: o bolinho do Hocca, lá no mercado público de São Paulo (aliás, quem nunca foi ao mercadão, não sentiu o cheiro daquelas frutas, não provou algum tempero exótico vendido apenas lá, não visitou os boxes de peixe e não comeu o bolinho de bacalhau e o sanduíche de mortadela do Hocca, tá passando pela vida e não tá vivendo! Não é apenas isso, é muito mais: os vitrais coloridos do lugar, o entra e sai de estivadores, chefs, empregados, curiosos, a proximidade com o Brás... é São Paulo acontecendo, é cotidiano, é o ponto de encontro de um Brasil muito do brasileiro).
Pois que de tanto pesquisar e testar, chegamos à bendita receita, que não leva batata coisa alguma! O que dava errado nas receitas que eu testava era a batata, gente! Inclusive tem uma senhora que ensinou a fazer um bolinho, na tv, que era uma quantidade de bacalhau para a mesma quantidade de batata. E só! Isso não dá certo. Pode tentar com todo o bacalhau do mundo que nunca vai dar certo! Quando você coloca essa massa em óleo quente, vira papa! A receita do Hocca vai só bacalhau temperado e desfiado. O segredo é uma pitada de amido antes de fritar. Ponto.



Ingredientes:

- 500 g de bacalhau do porto desfiado
- salsinha picada
- cebola picada
- 2 ovos
- 100 g de amido de milho (a gente colocou apenas 50g e deu mais que certo - só precisa de um pouquinho mesmo).
- 100 ml de azeite extravirgem
- alho picado.

Modo de Preparo:
Cozinhe o bacalhau desfiado até ferver. Em seguida, misture bem os ingredientes. Quando a massa estiver homogênea, faça o formato do bolinho usando as mãos ou, se preferir, duas colheres. Frite e sirva.
A dica é fazer em casa e depois ir até o mercado público de São Paulo para experimentar o bolinho de bacalhau do Hocca, com bastante azeite e uma cerveja gelada... vai ver se não fica igualzinho!
A todos, bon appétit!

P.S.: aproveitamos a oportunidade para tomar um Docetto d'Alba que, em tempo, prefiro muito mais a sonoridade do nome ao vinho em si!

Nenhum comentário: