sábado, 9 de abril de 2011

Tudo é tão simples!

Para uma degustação de vinhos, aqui em casa, numa noite dessas (dessa vez, abrimos duas garrafas, que J. me prometeu mandar as resenhas para publicação aqui: um Amat, que estava há uns 3 anos na nossa adega, e um Château Musar, um vinho do Líbano, que prefiro nem comentar nada agora, tamanha minha expectativa sobre a resenha dele)...

Quando recebemos os amigos para degustar as garrafas excepcionais que J. garimpa por aí, é necessário ter cuidado ao escolher o que servir de acompanhamento. Se o mais importante é o vinho, a comida é só pra não beber de barriga vazia e aí o clássico queijo cottage é uma excelente pedida.


A receita é simples (mas, em ambas, não há uma medida específica, vai depender da quantidade que se deseja fazer): um pote de queijo cottage, sementes de papoula e baguetes delicadamente fatiadas. Em cada fatia, uma colher de chá de cottage e uns grãozinhos de papoula pra enfeitar! Menos de 10 minutos para estar tudo pronto!
Já as tapenades, que são minha paixão, já falei sobre elas aqui, mas ainda não passei a receita: azeitonas pretas azapa sem caroço; tomilho; limão siciliano; anchovas, azeite e um ingrediente secreto: sementes de erva-doce (tente medir os ingredientes da seguinte forma: para cada 12 azeitonas, um filé de anchova). Amasse as azeitonas sem o caroço com um grafo, juntamente com a anchova, umas folhas de tomilho, a erva-doce e o suco de 1/2 limão siciliano (dependendo da quantidade, vai até o limão inteiro). Regue de azeite. Tá pronto! Coloque sobre as baguetes e sirva!



A todos, bon appétit!

Nenhum comentário: