terça-feira, 19 de abril de 2011

Cacik - pagando uma dívida!

Hoje eu quero começar esse post dizendo que fico sempre muito feliz quando recebo comentários aqui no blog! Publico todos, com muito prazer, porque adoro ouvir a opinião de vocês sobre o que escrevo aqui. Alguém já disse certa vez que, quando escrevemos para nós mesmos, alcançamos o outro. E, tenham certeza, quando eu escrevo, procuro lá dentro das minhas palavras aquelas que são mais verdadeiras. Essa é a melhor parte, pra mim, do ato de escrever: quando falamos, nem sempre temos a oportunidade de refletir, mas escrever nos dá essa chance. Não há escrita mentirosa. Obrigada a todos! Mesmo!
Bem, hoje eu vou pagar uma promessa (não que eu acredite nelas): no domingo à noite fiz uma receita do livro que comentei no post anterior. E ficou uma delícia! É bem simples, como eu prometi. Chama-se Cacik (lê-se: jajik). É uma salada turca de pepino e iogurte (hummmmmmmm)! Bem, na verdade é quase um molho, mas é muito mais saudável (e gostosa) que aquela maionese de batatas tão comum aqui no Sul - que também tem seu valor. Prefira dias mais quentes e carnes como carneiro, para acompanhar. Aqui em casa, fiz pro jantar, depois de um dia quente de outono (raridade), pra acompanhar um pedacinho de vitela grelhada que sobrou do almoço. A filha adorou!


Ingredientes:

1 pepino japonês, descascado e cortado em cubos (há quem rale o pepino, é uma opção);
1 copo de iogurte natural;
1 dente de alho amassado (pra ficar igual a uma pasta);
folhas de hortelã cortadas (a gosto);
sal.

Na minha receita, ainda coloquei uma pitada de feno grego (que os turcos não me leiam) e o suco de 1/2 limão galego.

Daí você mistura tudo e serve gelado. Há duas opções para servir: em uma tigela grande, em cima da mesa, para que cada um se sirva à vontade; ou em pequenas cumbucas ou taças individuais (como na foto), para fazer um charminho. Fica lindo!

A todos, bon appétit!

Nenhum comentário: