terça-feira, 1 de abril de 2008

Belas berinjelas!!!!



Como prometido, hoje é dia de conserva de berinjelas!
Além da criatividade, você vai precisar de:
4 berinjelas grandes e lavadas;
1/2 pimentão vermelho;
1/2 pimentão verde;
1/2 pimentão amarelo;
1/2 pimentão roxo;
1/2 pimentão creme;
1 cebola cortada à Julienne;
1 raminho de alecrim;
1 raminho de tomilho;
manjericão fresco;
alcaparras;
flor de sal;
uma excelente frigideira de Teflon e tempo.

A receita original pede para cortar as apetitosas à Brunoise, mas para efeitos visuais, criei a técnica da rodela, que é assim: você corta as berinjelas (com casca) em rodelas de 1 cm mais ou menos, espalha em refratários e salpica flor de sal (há quem prefira sal grosso mesmo, mas é só não exagerar na quantidade, que daí não fica salgado, no final... apenas salpique). Deixe assim por uns 20 min (isso tira toda a água da berinjela e evita que ela fique com aquele amarguinho, no final do paladar - esta técnica serve para qualquer outra receita que levar esse suculento vegetal). Depois, lave-as novamente em bastante água e coloque na frigideira (apenas borrifando umas gotinhas de azeite). Como berinjelas ficam prontas muito rápido em contato com o fogo, você não pode sair de perto (nem olhar de lado), senão vai perder o ponto "aspecto torradinha", que faz toda a diferença (elas devem ficar exatamente como aparecem na foto acima). Agora, é hora de montar: nos recipientes devidamente esterilizados (a pedidos, depois estarei ensinando como esterilizar vidros e conservas, para que durem mais - é bem fácil, viu, pessoal?), forre o fundo com as cebolas levemente douradas em azeite, algumas alcaparras e, em seguida, vá montando as camadas, alternando fatias de berinjelas e pimentões coloridos. A cada camada, um fio de azeite e polvilhadas de manjericão, alecrim, tomilho, o que quiser utilizar (cuidado apenas para não macerar o alecrim, neste caso específico, para não passar de aromático a enjoativo). Ao final, feche o vidro e deixe curtir por uma semana, na geladeira... o legal é sempre deixar alguém que não viu o preparo abrir o vidro, quando for servir, pois, além do aroma exuberante, o escuro da casca da berinjela visto pelo lado de fora do vidro vai contrastar de forma marcante com o esbranquiçado dela, na parte de dentro!!! Um show de cores (e, aí que está a diferença entre picá-las em cubinhos ou fatiá-las em pedacinhos mais grossos). Vejam os meus namoradinhos:





Bon appétit!!!

K.

Nenhum comentário: